Geração 68
2 out

2 out

A democracia brasileira vive sob constante ameaça. Dia após dia, o presidente Jair Bolsonaro externa novos ataques: contra a Constituição; um golpe está para acontecer; diz que vai pedir o impeachment de ministros do Supremo; tanques fumacentos e outras velharias militares vão ao Eixo dos Três Poderes em Brasília, no dia da votação do voto impresso… enfim, as ameaças se sucedem, sem trégua.

Ontem, durante a ditadura de 1964 a 1985, e hoje, por causa da pandemia, muitos tiveram e têm suas vidas ceifadas. Lá e aqui a liberdade e os direitos são restringidos, diminuídos, arrancados dos trabalhadores e dos cidadãos. Sob o manto tenebroso de um governante que elogia a tortura, conquistas recentes e antigas são desfeitas. Um país é desmontado, peça por peça, aos olhos estarrecidos de todos. Conhecemos os horrores que Bolsonaro anuncia, representa e promete continuar promovendo. Conhecemos seu projeto de poder. É urgente e necessária a mais ampla unidade de todas e todos aqueles que se opõe ao negacionismo, ao autoritarismo, ao retorno à barbárie da ditadura, ao crescente empobrecimento das massas de trabalhadores e desempregados. Por isso, no dia 2 de outubro, em todo o país, a Geração 68 Sempre na Luta estará nas ruas, se somando a todas as vozes que gritam:

Ditadura Nunca Mais!
Fora Bolsonaro! Impeachment Já!